A copa está chegando novamente

Atualizado: 11 de Jul de 2018


Há quatro anos escrevemos um editorial falando sobre a chegada da Copa do Mundo no Brasil e suas repercussões para o varejo. Um ano antes de ela começar, já era o assunto predominante em todas as rodas de conversa. Esse ano terá uma copa do outro lado do mundo, mas que com certeza também mexerá de alguma maneira com o varejo brasileiro, em todos os segmentos, mas com certeza será o evento que, pelas circunstâncias atuais do país, menos afetará o segmento varejista, infelizmente!

Como sempre ocorre em eventos dessa natureza, haverá certamente um conjunto de forças em direções, se não opostas, pelo menos divergentes, determinando o comportamento do consumo e do varejo.

No momento, fica difícil pensar em Copa do Mundo, quando estamos vivendo uma das mais sérias crises que nosso país já viveu. Como se não bastasse as consequências das crises políticas e econômicas, provocadas por crises maiores de natureza ética e moral, que vivemos nos últimos 15 anos, o país atravessa um momento de protestos, fruto da insatisfação do povo com os desmandos e a falta de compromisso dos poderes que governam o país, executivo, legislativo e judiciário.

As variáveis que trabalharão a favor se referem ao ufanismo e a agitação gerada pela chegada da Copa do Mundo, considerando a forte ligação do brasileiro com o futebol. Em relação a isso, estamos procurando entender com mais clareza o impacto do evento sobre o comportamento do varejo, e como aconteceu há quatro anos, o derrame de dinheiro pelo setor público em função das eleições, apesar das mudanças nas regras de financiamento eleitoral, também não pode ser desprezado. O fato é que a Copa do Mundo está chegando, faltam apenas 16 dias, ainda continuamos na incerteza dos benefícios que o evento trará para o varejo.

No caso específico do Nordeste, por mais otimistas que sejamos, a esperança sobre possíveis vantagens e aumento de vendas, estão restritas aos setores de gastronomia e entretenimento. No setor de elétrico eletrônico a venda de aparelho de televisão vinha acima das expectativas, durante o mês de maio ocorreu um aumento significativo, principalmente de TVs de tela grande, até que foi instaurada a paralização dos caminhoneiros, fazendo com que o movimento nas lojas e consequentemente as vendas, despencassem consideravelmente.

Já em outros segmentos como confecções e calçados, o quadrimestre foi considerado “muito difícil” e maio nos primeiros dias também não foi diferente.  O sentimento da classe empresarial varejista é que junho, tradicionalmente o segundo melhor mês do ano, não terá benefícios pela chegada do Mundial, pelo contrário, um percentual significativo acredita que além das paralizações nos dias de jogos, terão prejuízos por possíveis protestos que ainda irão acontecer, afastando os clientes que receosos com os tumultos que possam acontecer, preferirão ficar na segurança de suas casas.

Esse ano ao contrário de anos anteriores, não observamos na mídia e em vários artigos escritos, nenhuma referência sobre a necessidade de treinar as pessoas porque a Copa do Mundo está chegando e a preocupação que se deve ter com os estoques. Com relação aos estoques verificamos muita cautela dos lojistas nas compras, temerosos que estão com a situação de incerteza que o país vive.

Mas como mensagem final, apesar de tudo que estamos vivendo e ainda alimentando um fio de esperança em melhores dias, ressaltamos a importância de um planejamento e a preparação diária para um bom atendimento, como demonstrações de respeito para com os clientes.

Os empresários de varejo precisam entender que planejamento e qualificação de pessoal devem ser processos contínuos e inovadores, caso desejem sobreviver num mercado cada vez mais complicado, agressivo e competitivo.


#copa #brasil #neymar #russia #copa2018 #russia2018 #seleção #cbf

CONTATO

Comercial - 81 3075.2903

Assessoria de Comunicação - 81 3075.2903

varejonordeste@outlook.com

Recife-PE

PARCEIROS

1/1
Aipim Studio Digital - Desenvolvimento de Sites Institucionais e E-commerce

Varejo Nordeste 2013 - 2020 - Todos os Direitos Reservados

Facebook do Varejo Nordeste
Twitter do Varejo Nordeste
Twitter | Varejo Nordeste