Qual a importância da gestão de pessoas no varejo?


No varejo, a gestão de pessoas deve prezar, principalmente, por quatro pontos: seleção, remuneração, capacitação e feedback. O recrutamento costuma ser um processo demorado e a captura por talentos representa uma tarefa complexa, pois muitos veem o setor como atividade temporária. Neste caso, o varejista precisa ser criativo e determinado, buscando candidatos nas mais diversas fontes. Deve-se levar em conta os conhecimentos, habilidades e atitudes que o cargo exige, questionando sobre experiências na área. Muitas vezes, dificuldades no recrutamento motivam varejistas a maquiar aspectos da função – o que gera frustração no colaborador e até mesmo desligamento precoce ou permanência insatisfeita.

Quando o assunto é remuneração, os varejistas falham em elaborar sistemas complexos ou desalinhados com a estratégia do negócio e que não motivam a alta performance. Outra função fundamental da gestão de pessoas no varejo é a capacitação. Treinar é obrigação do varejista e pode resultar em uma melhor experiência de compra e satisfação dos consumidores. O varejo demanda constante intervenção das pessoas, de modo que o capital humano constitui uma importante interface com consumidores, podendo ser decisivo no momento da compra. Portanto, os responsáveis pela gestão de pessoas devem evitar a rotatividade dos funcionários e prezar pela excelência nos processos de seleção, motivação e treinamento.

Fonte:www.revistainterface.com.br/ *Daniel Zanco é especialista em Varejo e Franchising, sócio-diretor da Universo Varejo Consultoria (São Paulo/SP)

1 comentário

CONTATO

Comercial - 81 3075.2903

Assessoria de Comunicação - 81 3075.2903

varejonordeste@outlook.com

Recife-PE

PARCEIROS

1/1
Aipim Studio Digital - Desenvolvimento de Sites Institucionais e E-commerce

Varejo Nordeste 2013 - 2020 - Todos os Direitos Reservados

Facebook do Varejo Nordeste
Twitter do Varejo Nordeste
Twitter | Varejo Nordeste